Apoio dos Conselhos de Odontologia garante aprovação unânime do Projeto 3939/12 na Câmara dos Deputados

Presidente do CRO/PR, Dr. Roberto Cavali, esteve presente na votação para destacar a importância e apoiar a aprovação do projeto

O Projeto de Lei 3939/12, que institui a Semana Nacional de Prevenção ao Câncer Bucal, foi aprovado por unanimidade na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), da Câmara dos Deputados, em Brasília, no dia 13 de novembro. A presença do Conselho Federal de Odontologia (CFO) e dos presidentes dos 27 Conselhos Regionais foi decisiva para destacar a importância da aprovação do Projeto em questão.

O objetivo é promover a Semana Nacional de Prevenção ao Câncer Bucal sempre na primeira semana do mês de novembro. Os eventos terão a finalidade de estimular ações preventivas e campanhas educativas, promover debates e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral aos portadores de câncer bucal, apoiar as atividades organizadas e desenvolvidas pela sociedade civil em prol do controle deste mal que acomete milhares de brasileiros, além de difundir os avanços técnico-científicos relacionados à doença.

Segundo o presidente do Conselho Federal de Odontologia, Dr. Ailton Morilhas, o PL 3939/12, cuja autoria é do deputado Dr. Grilo (PLS-MG), segue para votação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Na CSSF, o PL contou com a relatoria do Deputado Lael Varella (DEM-MG).

O CRO-PR foi representado pelo Presidente Dr. Roberto Cavali e do Tesoureiro do CRO e Coordenador da Região sul do CFO Dr. Aguinaldo Farias, o Conselheiro Federal do PR Cesar José Campagnoli e o Assessor da Presidencia do CFO o Dr. Ermensson Luiz Jorge.

Sobre o Câncer Bucal

O Câncer Bucal é uma denominação que inclui os cânceres de lábio e de cavidade oral (mucosa bucal, gengivas, palato duro, língua oral e assoalho da boca), sendo o tabagismo um dos principais fatores de risco do câncer bucal.
Atualmente, esse tipo de câncer encontra-se entre os dez tipos com os mais elevados índices do país. Outros fatores de risco incluem a idade superior a 40 anos, o consumo de álcool, a má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal-ajustadas. O principal sintoma deste tipo de câncer é o aparecimento de feridas na boca que não cicatrizam em uma semana.

Outros sintomas são ulcerações superficiais, com menos de dois centímetros de diâmetro, indolores (podendo sangrar ou não) e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal. Dificuldade para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de linfadenomegalia cervical (caroço no pescoço) podem surgir em casos mais avançados.

*Com informações de Michelle Rocha Calazans / Assessoria de Comunicação do CFO

Voltar

Lista de Notícias

Confira a lista completa de notícias

Notícias sobre o que acontece, novidades e muito mais.