Conheça as 21 cidades do Paraná onde há mais infestação do Aedes aegypti

A Secretaria Estadual da Saúde divulgou um relatório sobre a circulação do mosquito Aedes aegypti no Paraná.

O estudo revela que, atualmente, 295 municípios registram a presença do mosquito transmissor da dengue. O que mais preocupa é que 110 cidades estão em estado de alerta de infestação e outras 21 têm alto risco de epidemia.

A importância do controle do Aedes aegypti não se limita apenas à dengue. O mosquito também é responsável pela transmissão da febre chikungunya e da zika, uma nova doença relacionada ao surto de microcefalia no país.

Para a chefe do Centro Estadual de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte, a situação é de alerta, pois agora existe uma tríplice ameaça. “O Aedes aegypti transmite três doenças graves, que vêm causando mortes e sérios problemas aos doentes em todo o país. Por isso, o momento é de focar na prevenção, eliminando todo tipo de criadouro do mosquito”, afirma.

De acordo com o levantamento, é considerado de alto risco todo município que apresentar índice de infestação predial (IIP) superior a 4%. Isso significa que a cada 100 domicílios visitados pelas equipes de saúde, pelo menos quatro tiveram focos do mosquito.

Veja a lista dos municípios com alto índice de infestação do Aedes aegypti:

- Nova Aurora
- Ibiporã
- Assai
- Loanda
- Campo Mourão
- São Tomé
- Nova Esperança
- Nova Londrina
- Iporã
- Godoy Moreira
- Medianeira
- São Manoel do Paraná
- Santa Mariana
- Porecatu
- Mamborê
- Planaltina do Paraná
- São Pedro do Paraná
- Goioerê
- Guaíra
- Nova Aliança do Ivaí
- Santa Amélia.

  • Fonte: Assessoria de Imprensa

Voltar

Lista de Notícias

Confira a lista completa de notícias

Notícias sobre o que acontece, novidades e muito mais.