CRO-PR realiza projeto piloto para a discussão do pagamento de direitos relativos à periculosidade, em Cascavel.

Nesta terça-feira, em Cascavel, foi realizada uma reunião dos Cirurgiões-Dentistas da região, um piloto para a discussão sobre a “periculosidade” inserida no trabalho dos CDs que fazem parte das redes de saúde pública municipais.

Com a presença do Presidente do CRO-PR, Dr. Aguinaldo Farias, do Conselheiro Dr. Irati Pirolla, da Delegada Regional Dra. Silmara Serafini, do Procurador Jurídico do CRO-PR, Dr. Alexandre Mazetto e de representantes do SOEPAR, foi apresentada a Decisão do Superior Tribunal do Trabalho, que determina a existência da periculosidade e os direitos inerentes à atividade Odontológica.

O CRO-PR envidará esforços de diálogo com os gestores municipais de saúde, através do projeto que iniciará com a prestação de esclarecimentos, buscando com que sejam pagos os adicionais de periculosidade dos profissionais contratados.

Entende-se também que, nos casos em que o diálogo exaustivo não surtir o devido efeito, o Conselho notificará os Gestores e entrará com ações na justiça, para garantir o pagamento dos direitos que são do Cirurgião-Dentista.

Voltar

Lista de Notícias

Confira a lista completa de notícias

Notícias sobre o que acontece, novidades e muito mais.