Termo de cooperação entre CROPR e Vigilância Sanitária é ajustado na Secretaria de Saúde do estado.

O presidente do CRO-PR, Dr. Agnaldo Coelho de Farias e o secretário Dr. Claudenir Rossato estiveram em visita ao Centro de Estadual  de Vigilância Sanitária - CEVS, sendo recebidos pelo Coordenador de Vigilância Sanitária, Farmacêutico Paulo Santana e a Farmacêutica Ana Perito Manzochi– chefe da Divisão de Vigilância Sanitária de Serviços de Saúde, na direção da Vigilância Sanitária estadual, em Curitiba.
O objetivo da visita era a proposta de um termo de cooperação entre as entidades, unindo duas propostas da nova gestão do CRO-PR, de união das entidades e o entendimento com a Vigilância Sanitária.
O coordenador da Vigilância Sanitária, Paulo Santana expos atualidade da estrutura e das ações da vigilância sanitária, aspectos de fiscalização, a gestão de recursos e a forma das ações ora executados em todo o estado.
Doutor Aguinaldo colocou questões como o exercício ilegal da profissão, como exemplo a venda de materiais e execução de procedimentos odontológicos por leigos, assim comoo apoio à fiscalização uma vez que a vigilância sanitária tem poderes adicionais aos do CRO-PR, podendo inclusive interditar estabelecimentos irregulares. Falou também sobre os parâmetros de atuação da vigilância sanitária em relação à odontologia nas redes pública e privada, assim como da necessidade de ajustes no processo burocrático enfrentados por profissionais e seus  consultórios.
O Diretor da Vigilância comentou que em breve serádisponibilizado um profissional específico para integrar as ações da vigilância na capital e no interior do Estado, falando também sobre a estrutura disponível para fiscalização do CEVS, em que a quantidade locais a serem visitados é extremamente superior à capacidade de atendimento da Vigilância, considerando o trabalho de fiscalização dos conselhos de classe de grande auxílio.
O Dr. Claudenir Rossato propôs a interação entre as entidades, com o compartilhamento de informações e métodos, gerando a possibilidade de ações conjuntas, aliando o conhecimento técnico do CRO e autoridade legal da vigilância Sanitária.
“A defesa da saúde do consumidor é o principal objetivo da Vigilância Sanitária”, definiu a Sra. Ana Manzochi, que adicionou ainda, questões como uso de adequado das anestesias, os bancos de ossos e o comércio de próteses pré-moldadas, questões que estão na pauta de atuação do CRO-PR.
Durante a conversa foram alinhados diversos pontos de interação a serem estudados por equipes das duas entidades para delinear planos de ação que resultarão em um acordo operacional que dará uma maior eficiência à fiscalização, permitindo ações conjuntas e complementares, para a defesa da Saúde da população e o exercício legal e ético da profissão odontológica.
Ainda sobre a interação das entidades, a diretoria do CRO-PR considerou a reunião extremamente produtiva, com total abertura para o diálogo, com as amostras de vontade de integração de objetivos e também a cordialidade da direção da Vigilância Sanitária.
A reunião foi encerrada com o convite para uma visita da Diretoria da Vigilância Sanitária à casa do cirurgião dentista, o Conselho Regional de Odontologia do Paraná.

  • Fonte: Depto. Comunicação CRO-PR

Voltar

Lista de Notícias

Confira a lista completa de notícias

Notícias sobre o que acontece, novidades e muito mais.